MAIS FILMES EM 2015: FEVEREIRO

17 março 2015 |

O mês começou com O Destino de Júpiter e, totalmente por acaso, eu acabei assistindo na estreia. Infelizmente. Se alguém tivesse visto antes e me prevenido, eu teria economizado 9 dilmas. No filme, o universo é governado por um tipo de Família Real, e uma simples empregada humana se descobre a "reencarnação" da Rainha (no filme é tudo sobre genética, mas seria impossível explicar porque eu não entendi), aí ela tem que sobreviver a todo mundo que tenta matar ela e tomar o "trono". Sim, a sinopse é essa. Sim, o filme é uma bosta. Vamos fingir que duas horas de Channing Tatum e Mila Kunis valeram o ingresso.

Depois vi A Teoria de Tudo, que é baseado na biografia do Stephen Hawking escrito pela ex-esposa dele. Achei sensacional. Me emocionei e chorei horrores com a dedicação absoluta da Jane e a vontade de viver do Stephen. Tô querendo até o livro agora.

Aí tentei fazer um esforço e gostar de Caminhos da Floresta, mas não deu. É uma releitura dos contos de fadas e baseado numa peça de teatro. Mas não adianta, eu sempre vou detestar musicais.


O Doador de Memórias também não rolou. É sobre uma sociedade utópica, onde não existem sentimentos nem emoções e apenas uma pessoa é escolhida pra ser o guardião de todas as memórias. Tem um roteiro fraquíssimo e, segundo o namô, foge completamente do livro e perde o propósito.

Birdman conta a história de um ator famoso apenas por interpretar um super-herói no cinema e que, 20 anos depois, está falido e obcecado por reerguer a carreira. O filme é genial em sua crítica á própria Hollywood e os diálogos são incrivelmente bem construídos. Por outro lado, achei um tanto maçante e não completamente merecedor do Oscar de Melhor Filme.

E por último, O Jogo da Imitação conta a história real de Alan Turing, o pai da informática, enquanto tentava criar uma máquina para quebrar os códigos nazistas e acabar com a guerra. Achei maravilhoso, com uma atuação brilhante do Benedict. Merecia ter sido mais comentado.

Já viram algum desses? Qual vocês gostaram mais?
desenvolvido por letícia santos © 2010 - 2015 | voltar ao topo