A Livraria 24 Horas do Mr. Penumbra

18 fevereiro 2014 |

Título: A Livraria 24 Horas do Mr. Penumbra / Autor(a): Robin Sloan
Editora: Novo Conceito / 288 páginas

A recessão econômica obriga Clay Jannon, um web-designer desempregado, a aceitar trabalho em uma livraria 24 horas. A livraria do Mr. Penumbra — um homenzinho estranho com cara de gnomo. Tão singular quanto seu proprietário é a livraria onde só um pequeno grupo de clientes aparece. E sempre que aparece é para se enfurnar, junto do proprietário, nos cantos mais obscuros da loja, e apreciar um misterioso conjunto de livros a que Clay Jannon foi proibido de ler. Mas Jannon é curioso…

Eu sou péssima com introduções, recomecei essa aqui umas três vezes, então vamos direto ao ponto: "A Livraria 24 Horas do Mr. Penumbra" não é um livro profundo, mas com certeza pode te conquistar se você gosta de personagens simpáticos, ou de livros, ou de tiradas engraçadas. E provavelmente também se você é web designer.

A trama tem essa base de sociedade secreta e mistérios, mas também é sobre como tecnologia moderna pode conviver com a do passado, como existe espaço para livros físicos e ebooks, porque afinal qualquer coisa é válida quando gera conhecimento né? Até mesmo Penumbra se rendeu a eles. Inclusive, tem uma parte onde Penumbra resolve ler e-books e aí pega um Kobo e o Clay se pergunta "Sério? Quem tem um Kobo?". Aí eu pensei: me senti ofendida, apaga. HAHA

Isso não é uma biblioteca. Isso é a Batcaverna.

Super me identifiquei com o Clay, ou melhor, eu meio que identifiquei o meu namorado. Afinal, o novo atendente da Livraria 24Hrs é nerd, webdesigner, joga RPG e curte livros sobre anões e dragões. Você pode não conhecê-lo, mas eu digo: são praticamente a mesma pessoa.

"Livraria 24Hrs" é cheia de referências ótimas (e eu amo/sou referências, mesmo quando eu não entendo), algumas do mundo real (como o Google e Star Wars) e outras criadas pelo autor (como o RPG chamado Rockets & Warlocks e a série favorita de Clay, chamada As Crônicas da Balada do Dragão - e eu até queria que essa fosse real porque um livro sobre um anão sábio e um dragão cantor deve ser, no mínimo, muito interessante).

Robin Sloan leva a sério o clima enigmático e, mesmo no final, dá poucas respostas. Primeiro achei estranho, que faltava alguma coisa, mas depois eu achei que era condizente com a narrativa.

Somos uma pequena aliança rebelde, e Penumbra é nosso Obi-Wan. Todos sabemos quem Corvina é.


desenvolvido por letícia santos © 2010 - 2015 | voltar ao topo