O Roubo do Punhal Sagrado, de Amâncio Leão

19 fevereiro 2011 |
Autor: Amâncio Leão | Editora: Escrita fina | Nº de páginas: 95

No Rio de Janeiro, um punhal muito antigo é roubado de um colecionador. Mas não se trata apenas do roubo de uma relíquia de valor histórico. Através do punhal, uma milenar e cruel divindade pode ressurgir e dominar o mundo. Perseguidos por um grupo de fanáticos que deseja o místico objeto, quatro adolescentes tentam assim mesmo impedir a reencarnação da sinistra entidade. Mas o que pode um grupo de garotos contra o poder das trevas?

O Roubo do Punhal Sagrado é uma leitura simples, fácil e agradável. A história é sobre um grupo de adolescentes que, por causa do namorado da mãe de um deles, acabam se metendo numa história que envolve policiais, uma seita secreta e um antigo deus demoníaco. O livro tem apenas 95 páginas e pode ser facilmente lido em algumas horas. Mesmo com a narrativa leve e as poucas páginas, em alguns momentos talvez muitos me lembrei de Dan Brown, atualmente meu autor preferido. De fato a seita e as reviravoltas lembram um pouco O Símbolo Perdido.

Os diálogos entre o grupo de amigos são muito divertidos, apesar de que em alguns momentos são um pouco forçados. Nada que o impeça de ser um bom livro. Também tenho que citar o ótimo trabalho da Editora na capa e nas páginas. As letras da capa são em alto relevo, o interior tem um tom lindo de vermelho e todas as páginas tem o desenho do punhal. Um bom livro pra quem gosta do gênero ou pra indicar para aquele amigo que não curte muito literatura.


Vocês já sabem que a editora me mandou um exemplar pra sorteio, então, quem quer ganhar o livro levanta a mão! Vou lançar a promoção, mas quero muitos comentários na resenha! Comentem e já comecem a torcer. Até amanhã. Bjs ;)
desenvolvido por letícia santos © 2010 - 2015 | voltar ao topo